4/17/2011

Vivo hoje toda a liberdade Que antes o ciúme impedia

Asas presas não podem voar
A convivência só com amor
Falsa aparência semeia dor
O silencio pode fazer chorar
Uma lagrima pode explicar
Coisas que antes não podia
Viver a vida com mais alegria
Representa a minha felicidade
Vivo hoje a toda liberdade
Que antes o ciúmes impedia

Não vá não pode não deve
Aquele tempo agora passou
Quem na tristeza estacionou
Agora se sente livre e leve
E opinar ninguém se atreve
Laços da ilusão me prendia
Eu vivo hoje que não vivia
Falso amor não é felicidade
Vivo hoje toda a liberdade
Que antes o ciúmes impedia

Quem pensa em escravizar
Um dia perde sem perceber
Livro do tempo faz aprender
Quem nunca soube valorizar
A lição chega pra mentalizar
Quem o amor não conhecia
Ao se perder quem não devia
Só lamenta e chora a saudade
Vivo hoje toda a liberdade
Que antes o ciúmes impedia...

asavesso.arte

Um comentário:

Brasil - 316 disse...

A sua falta nos comentários nos faz falta. Desejamos seu pronto retorno.

BLOG SÃO PAULO.